Ilha flutuante equipada com energia solar é inaugurada na Coreia do Sul

A estrutura é suportada por 24 airbags gigantes e custou cerca de 84 milhões de dólares para ser construída.

Ilhas flutuantes (Fonte da imagem: Inhabitat)

Acaba de ser inaugurada em Seul, na Coréia do Sul, uma grande ilha flutuante que usa energia solar em seu ambiente interno. Ela é a primeira parte de um projeto de três ilhas do gênero, que estarão interligadas e funcionarão como centro de convenções, local para atividades esportivas, restaurantes, e muito mais.

Localizada no Rio Han, a ilha Viva mede 3.271 metros quadrados e é a primeira a ser inaugurada. Já as ilhas Vista (de 4.737 metros quadrados) e a ilha Tera (de 1.200 metros quadrados) devem ser liberadas para visitação do público apenas em agosto deste ano. A construção está 58% finalizada e o investimento total das três ilhas chegará a 84 milhões de dólares.

Pesando duas mil toneladas, a ilha Viva mede 85 metros de comprimento, 49 metros de largura e 3 metros de altura. De toda essa estrutura, apenas 80 centímetros estarão submersos, enquanto o resto dará suporte a 6.400 toneladas de salas, pessoas e equipamentos. A primeira ilha será usada especialmente para eventos culturais e entretenimento.

Ilha Viva (Fonte da imagem: Inhabitat)

Pesado, mas flutua!

De acordo com Kim Hyeong-Keon, um dos envolvidos no projeto, “existem ilhas artificiais em Dubai, nos Emirados Árabes, porém elas são uma adição às ilhas naturais já existentes na área. Já as ilhas flutuantes de Seul se destacam por serem completamente feitas pelo homem, flutuando dentro do rio”.

A ilha Viva é suportada por 24 airbags gigantes, que seguram toda a estrutura. Para que a flutuação não leve o complexo para longe, o leito do rio recebeu 500 toneladas de blocos de concreto, conectado às ilhas por meio de correntes de metal.

Para assegurar a estabilidade das três ilhas de Seul, a corrente mais longa medirá, no máximo, 69 metros de comprimento, assegurando que tudo fique no lugar mesmo quando o rio estiver mais movimentado. Além disso, um sistema deve monitorar todas as oscilações das três ilhas, para que elas não saiam mais do que um metro de sua posição original.

Projeto das ilhas (Fonte da imagem: Inhabitat)

Completando o projeto, as ilhas serão equipadas com 54 metros quadrados de painéis solares, que devem produzir seis quilowatts de energia por dia. Esse sistema será responsável por levar eletricidade para a parte interna dos complexos e iluminar a parte externa durante a noite.

via
Anúncios

Sobre Alf Arquitetura & Design

Alf Arquitetura & Design é referência em Design de interiores e Arquitetura. Alem de contar com os melhores profissionais do mercado.
Esse post foi publicado em Arquitetura, Design, Têndencias. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s